A opinião de Jota Jota - Foto/capa: Letícia Martins/ECV
Jota Jota

Depois de vários insucessos, perdendo pontos preciosos em casa e sem o time dar liga, e atuar bem, o Vitoria decidiu demitir o treinador Bruno Pivetti, que chegou ao clube com Geninho. A gota d’água fora a derrota em casa para o América Mineiro, mostrando mais uma vez um time sem reação e desorganizado taticamente.

Mas a direção rubro negra foi rápida no gatilho, tratou de negociar e acerto a vinda de Eduardo Barrocas, que dirigiu por tempos o Botafogo, e que chega em Salvador nesta quinta-feira, pra assumir o elenco que já joga novamente no sábado, diante do Avaí no Manoel Barradas, como tendo apenas dois dias para se inteirar dos fatos.

Não sei se a escolha foi a mais certa, mas a necessidade de uma sacudida no elenco para tentar modificar a situação, fez com que a mudança cultural do futebol brasileiro, fosse executada, ou seja, time não vai bem, troca-se o treinador. Nas redes sociais como sempre, as opiniões são divergentes, a maioria queria um treinador de ponta, o fato é que as finanças só permitem contratação neste patamar.

Por onde passou, o treinador teve altos e baixos, e os trabalhos de todos, são assim mesmo, dependem por demais de resultados, e às vezes, e ou na maioria delas, não tem matéria prima qualificada, e o trabalho acaba por não render. Enfim, o novo técnico chega, e as esperanças do torcedor são novamente afloradas, isso porque o amor inconteste pelo clube não acaba assim.

Mesmo tendo pouco tempo, a injeção de ânimo será no diálogo, o Vitoria precisa dos 3 pontos diante do Avaí, esperando que a tal da lei do ex não prevaleça desta vez, já que o treinador Geninho, é ex do Vitoria (vala-me, Deus). Brincadeiras à parte, vejamos agora se o problema era mesmo o treinador, ou se o elenco do Leão precisa ser mexido.

Começa hoje um novo ciclo no Barradão, que anteriormente era um alçapão, onde todos os adversários temiam em jogar, mas que ultimamente virou um salão de festas para os visitantes, com direito ao antigo slogan do governo, TRATE BEM O TURISTA, e que precisa ter um fim, já passou da hora.

#PRONTOFALEI.

*O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH.