Da Redação – por Jota Jota
Vôlei masculino Brasil x Argentina – Isac e Lucarelli – Foto Lulio Cesar Guimaráes – COB-GE

Após início irreconhecível, quando perdeu os dois primeiros sets, o selecionado brasileiro de vôlei masculino reagiu, empatou o duelo e, espetacularmente, derrotou o selecionado argentino no tie-brack, fazendo 3 sets a 2.

A Argentina acertou a mão, se impôs e venceu os dois sets iniciais por 25/19 e 25/21. As mudanças feitas por Renan Dal Zotto, fizeram o Brasil reagir no terceiro set, vencendo por 25/16, levando a partida para o quarto set.

Repetindo os erros dos dois primeiros sets, o Brasil começou o quarto set perdendo, chegando a seis pontos de diferença, mas e a seleção reencontrou o seu jogo e virou o placar, vencendo por 25/21, empatando a partida em 2 a 2, levando a decisão para o tie-break. E no set curto, de apenas 15 pontos, a disputa veio ponto a ponto, sem que nenhuma equipe abrisse vantagem, e no final deu Brasil, por 16 a 14, tendo o saque como fundamento essencial para a brilhante e histórica vitória.

Outros esportes

SURFE

Brasileiros seguem firmes para as quartas de final, neste esporte radical, que estreia nos jogos este ano, no masculino Ítalo Ferreira e Gabriel Medina venceram suas baterias e garantiram vagas, já no feminino Silvana Lima também segue viva após bater a portuguesa Teresa Bonvalot. Na próxima fase, a brasileira terá pela frente, a tetracampeã mundial e número 1 do ranking Carissa Moore.

As finais do surfe foram antecipadas, por previsão de Tufão, embora as últimas informações prevejam apenas chuvas fortes.

NATAÇÃO

Brasil está nas semifinais dos 200 metros nado borboleta, com o nadador Leonardo de Deus, que fez o melhor tempo da sua vida, com a terceira marca geral das eliminatórias (1:54.83).  Leonardo volta à piscina na noite desta segunda-feira 26, em busca de uma medalha, e cai na água às 22h.