Defesa pede novo depoimento de Daniel Alves, diz rádio

0
342
Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Da Redação
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Através dos seus advogados, o jogador juazeirense Daniel Alves (39 anos), solicitou à juiza Maria Concepción Canton Martin, neste domingo (22), a oportunidade de prestar novo depoimento à justiça espanhola, com o objetivo de elucidar pontos que considera contraditórios na acusação de assédio sexual que o levou à prisão na última sexta-feira em Barcelona. Se for considerado culpado, Daniel poderá ser condenado a 12 anos de prisão.

A notícia foi divulgada pela rádio Cadena SER e repercutido pelo portal UOL. Segundo a emissora, Daniel teria feito o pedido após dar declarações conflitantes sobre o caso nos últimos dias.

Na primeira versão, o jogador alegou não conhecer a mulher e estava apenas dançando e não a teria agredido sexualmente. Depois, admitiu a relação sexual, mas afirmou que foi consensual.

Segundo a rádio, Daniel fez o pedido após ter dado declarações diferentes sobre o caso nas últimas semanas. À imprensa espanhola, o brasileiro alegou que não conhecia a mulher e que estava só ‘dançando e curtindo’ na festa. À Justiça, contudo, afirmou depois que a relação com a mulher foi consensual.

O jogador foi transferido de presídio nesta segunda-feira, para o Centro Prisional Brians II, na Catalunha.